Doação DVDs














Arte da capa e contracapa do livro
Foto Sensível, que encarta a mídia DVD,
publicação do Instituto Câmara Clara organizada por Daniel Choma
e Tati Costa.


Livro DVD

Foto Sensível

Em torno das fotografias, sobre elas e dentro delas, gira o caleidoscópio da memória e da vida. Sensíveis reminiscências feitas de sons, cantos, versos, cheiros, cores, paisagens. No gesto das rendeiras, na história de pescador, nos versos cantados em rodas de ratoeira ou nos engenhos de farinha, está o patrimônio, material e imaterial, latente em cada canto de um lugar.


 

Em torno das fotografias, sobre elas e dentro delas, gira o caleidoscópio da memória e da vida. Sensíveis reminiscências feitas de sons, cantos, versos, cheiros, cores, paisagens. No gesto das rendeiras, na história de pescador, nos versos cantados em rodas de ratoeira ou nos engenhos de farinha, está o patrimônio, material e imaterial, latente em cada canto de um lugar.



Pedro Tiotino Manoel Caetano
durante entrevista
ao projeto Foto Sensível. Florianópolis-SC, 2013.
Foto: Daniel Choma.

 

Na belíssima Armação do Pântano do Sul, na Ilha de Santa Catarina, é onde está situado o Ponto de Cultura Baleeira, principal parceiro da equipe do Instituto Câmara Clara para a execução do projeto Foto Sensível, que propôs uma interação estética entre práticas nos campos da fotografia, memória, educação patrimonial e o audiovisual. O projeto contou com apoio da Funarte, através do prêmio Interações Estéticas - Residências Artísticas em Pontos de Cultura 2013, Secretaria da Cidadania e Diversidade Cultural, Ministério da Cultura e Governo Federal.

Foram desenvolvidas ações de levantamento, identificação e digitalização de fotografias antigas sobre a comunidade da Armação. Além do registro dos principais espaços, ofícios e personagens de referência do local, a pesquisa buscou fotografias de engenhos de farinha, colheitas de café, pesca, renda de bilros, terno de reis, festas do divino, boi-de-mamão, procissões, carnaval, e outras temáticas identificadoras.




Adelir Edite Ferreira, moradora da Armação, apresenta suas fotos pessoais
durante entrevista a Tati Costa, em Abril de 2013.
Foto: Daniel Choma.


 

A partir de imagens praticamente esquecidas, guardadas há tempos pelo tempo, dispersas em diferentes acervos públicos e principalmente particulares, buscou-se reunir e trazer à cena os segredos guardados nas fotografias do passado. Lembranças que permanecem presentes, impregnando de sentidos o cotidiano e o imaginário de várias gerações. Memórias compartilhadas que, ao serem valorizadas pela linguagem artística, fortalecem o sentimento de pertencimento, auto-estima e identificação cultural das pessoas envolvidas.

Fotografias e filmagens em película até então mantidas em caixinhas, gavetas, porta-retratos, passam agora a circular por outros espaços, a animar outras imagens e ações.



 

Visando a composição de um arquivo de história oral e a edição de um documentário audiovisual, foram realizadas 25 entrevistas, envolvendo moradores da Armação e pesquisadores da história de Florianópolis.

Nas entrevistas a fotografia assumiu o papel de condutor das conversas e de fagulha que acende a memória. O foco esteve direcionado às expressões do patrimônio cultural local, observando as principais práticas e espaços de sociabilidade – no tempo passado e no presente.

 

Cena do documentário Foto Sensível.
Rosalva Higina Oda, mais conhecida por Vava,
é uma das principais narradoras do curta audiovisual.
Foto: Daniel Choma.

 

 

O envolvimento de moradores da comunidade se fez ainda nas atividades de Educação Patrimonial com Fotografias (fotos abaixo). A primeira voltada aos colaboradores envolvidos na pesquisa de fotografias e entrevistas, onde saboreou-se verdadeiro processo de co-educação, convivência e sociabilidade, durante um Café com memórias.

A segunda atividade foi direcionada a estudantes da Escola Básica Dilma Lúcia dos Santos, onde o Ponto de Cultura Baleeira mantém parceria para a realização do Cineclube Armação e oficinas de fotografia pinhole e audiovisual, pelo programa Mais Educação.

 

 

Os registros em áudio e vídeo das entrevistas, combinados com imagens do cotidiano do bairro, constituíram a base do documentário Foto Sensível, de 25 minutos de duração.

Com trilha sonora original de Domingos de Salvi (Viola) e Bernardo Sens (Flauta transversal), o audiovisual integra imagens registradas na atualidade em FullHD e Super 8mm por Daniel Choma com imagens registradas em 16 mm por Edla von Wangenheim no início da década de 1940 na praia da Armação, além de fotos antigas levantadas junto aos moradores do bairro.

Como forma de difusão, centenas de exemplares do livro e dvd serão distribuido gratuitamente entre os colaboradores e comunidade envolvida, assim como para instituições culturais e educacionais, tais como Pontos de Cultura, bibliotecas, escolas, universidades e instituições museais.


 


Livro DVD
Foto Sensível

1ª edição. Daniel Choma e Tati Costa (organizadores).

Descrição: Livro de 64 páginas, capa dura, encadernação costurada, formato 14x21cm. Miolo: papel couché fosco 150 gr, 4x4 cores.

Inclui DVD de Vídeo com o documentário:
Foto Sensível (2013, Full HD, 26 min)

R$ 29,90

 

 

Para pagamento via depósito bancário, envie um e-mail para: contato@camaraclara.org.br

 

Ficha técnica
Livro DVD Foto Sensível

Direção de Pesquisa e Produção: Tati Costa.
Direção Audiovisual e Editorial: Daniel Choma.
Produtores assistentes:
Chico Rocha, Vicente Pozzobon, Clara Rossan
Trilha Sonora Original:
Domingos de Salvi (Viola) e Bernardo Sens (Flauta).
Produção:
Câmara Clara – Instituto de Memória e Imagem.
Apoio: Ponto de Cultura Baleeira - Instituto 3 Vermelho.
Realização:
Interações Estéticas - Residências Artísticas em Pontos de Cultura
Fundação Nacional de Artes
Mais Cultura e Cultura Viva
Secretaria da Cidadania e Diversidade Cultural
Ministério da Cultura
Governo Federal

E-mail: contato@camaraclara.org.br
Site: www.camaraclara.org.br