Memória requinta

“A nossa cultura é a nossa identidade, é a nossa raiz. Se você perder sua identidade, você não é ninguém. A planta, se perder a raiz… Morre o resto.”
– Depoimento de Valdenor de Almeida presente em “Memória requinta”, mosaico de depoimentos e músicas autorais registradas pela equipe do projeto Viola Central em entrevistas com violeiros e violeiras do Distrito Federal.

Neste vídeo, Donzílio Luiz, Cacai Nunes, Aparício Ribeiro, Carol Carneiro, Roberto Corrêa, Pedro Vaz, Zitão, Marcello Linhos, João Santana, Zé Moacir, Zé Mulato e Cassiano, Marcos Mesquita e Vitor Mesquita abordam suas percepções sobre o que é memória, entre toeiras, bordões e requintas em movimento.

****
No site do projeto (camaraclara.org.br/violacentral) você pode acessar todos os vídeos gerados, a íntegra das entrevistas em texto e áudio, fotos de bastidores e a versão digital do livro Viola Central.

FICHA TÉCNICA
Duração: 32 minutos | Ano de lançamento: 2020
Direção, Câmera e Edição: Daniel Choma
Direção de Pesquisa Musical: Domingos de Salvi
Direção de Produção e Som Direto: Tati Costa
Coordenação Projeto Viola Central: Sara de Melo
Produção: Voamundo e Câmara Clara
Realização: FAC – Fundo de Apoio a Cultura do Distrito Federal | Secretaria de Cultura e Economia Criativa | Governo do Distrito Federal
Este projeto foi realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal.
Site: camaraclara.org.br/violacentral

Músicas executadas:
Sopro (Cacai Nunes)
Dança das Formigas (Aparício Ribeiro)
Canto novo (Carol Carneiro)
Pequisais (Domingos de Salvi)
Peleja de Siriema com Cobra (Roberto Corrêa)
Dê espaço ao tempo (Pedro Vaz)
A Rosa (Conde Afonso Celso Júnior) Interpretada por Marcello Linhos
Nas Águas Azuis do Mar (Marcos Mesquita)
Vocação (Zé Mulato) Interpretada por Zé Mulato e Cassiano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *